Notícias

Sobe para 82 o número de cidades em situação de emergência pelas chuvas em SC

O número de municípios de Santa Catarina que decretaram situação de emergência por causa das chuvas dos últimos dias chegou a 82 nesta segunda-feira (9). Até a noite de domingo (8), o Estado tinha 60 cidades nesta condição. No total, 135 municípios catarinenses já registraram ocorrências como chuvas fortes, alagamentos ou deslizamentos desde a quarta-feira da semana passada (4), primeiro dia de mau tempo na região.

O Estado permanece com duas mortes em função das chuvas, nas cidades de Rio do Oeste e Palmeira, e uma criança ferida, em uma ocorrência de deslizamento em Timbó. Um homem morreu em uma área de alagamento nesta segunda em Criciúma, mas a Defesa Civil informou que ele foi vítima de um infarto e não é contabilizado como vítima das chuvas.

Os números foram divulgados no novo balanço da Defesa Civil de Santa Catarina, no início da noite desta segunda.

Situação preocupante no Alto Vale

Na tarde desta segunda (9), o governador Jorginho Mello sobrevoou a cidade de Taió,  onde a enchente é considerada a maior da história pela prefeitura, com o rio chegando a 12,40 metros de altura, nível suficiente para alagar ruas em todos os bairros. Segundo o documento, o governo do Estado já distribuiu 39,9 mil itens de assistência humanitária aos municípios catarinenses.

Relatório do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina mostra que foram feitos 877 atendimentos desde o início das chuvas e 495 apenas entre este domingo e segunda-feira no Estado. Desse número, 327 foram apenas no Alto Vale do Itajaí, região mais afetada pelas cheias.

As chuvas também causam pontos de bloqueios em rodovias de Santa Catarina. Até a noite desta segunda-feira havia 56 locais de interrupção somente nas vias estaduais.

O relatório do Estado também atualizou a situação das barragens de contenção de cheias do Alto Vale. As estruturas de Ituporanga e Taió seguem com a capacidade máxima alcançada, com faixas de mais de 1 metro de água vertendo sobre o ponto de contenção. A barragem de José Boiteux, que teve as comportas fechadas apenas na tarde deste domingo, após um impasse com a comunidade indígena que vive no local, tinha 68% da capacidade de reservatório atingida até a noite desta segunda.

Avatar

Visitante

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Notícias

Foragido pela morte de delegado aposentado em bar morre em confronto com a polícia em SC

Um dos dois foragidos investigados pelo latrocínio de um delegado aposentado em um bar de Criciúma, no Sul catarinense, foi
homicidio-sao-jose
Notícias

Empresário de salões de beleza de luxo é suspeito de matar a tiros cliente de bar em SC

Um cliente de uma loja de conveniências foi baleado e morreu em São José, na Grande Florianópolis, após uma discussão