Publicado há 1 semana atrás | Atualizado em 02/12/17 às 03:12

Celesc promove ação de voluntariado na Apae de Taió

Neste sábado ao amanhecer, diversos funcionários da Celesc acordaram como um dia normal de serviço na empresa. Eles estavam de folga, mas aceitaram o convite para participar de uma ação de solidariedade, que acontece 3 vezes por ano em todas as 16 regionais estaduais. Colocaram seus uniformes de segurança e identificação, pegaram as suas maletas pessoais de ferramentas, e compareceram no escritório de cada cidade.

De lá, vieram para a cidade de Taió, onde o pessoal daqui, já os esperava. Chegaram cedo na sede da APAE de Taió e começaram a substituir as lâmpadas fluorescentes, por outras de LEDs, que produzem mais luminosidade, consomem muito menos energia elétrica e sua vida útil chega ate a 5 vezes mais que as outras. Uns faziam a retirada das luminárias, outro as trocas de fios e lâmpadas, outros ainda faziam a remoção e reciclagem do material, para dar destino adequado e até o pessoal da cozinha e limpeza compareceu, o que garantiu um café no meio da manhã e o almoço, que saiu antes do meio dia. A tarefa era esperada para o dia todo, mas foi rápida hoje, com grande número de voluntários.

Marcos Jasper, responsável pelo polo da Celesc de Taió acredita que haverá uma redução próximo a 35% na próxima fatura da Apae. Para se ter uma ideia, as lâmpadas que estavam em uso possuem duração de 3 mil horas e consomem 40 W em média. As novas, terão consumo de apenas 18 W e vida útil de 25 mil horas, alem de apresentar maior luminosidade, explica seu Manoel, (veja o Vídeo  ) que é o responsável pela Celesc regional de Rio do Sul.

Esta ação voluntária envolve a empresa que faz a doação de todo o material utilizado e conta com os funcionários, por adesão voluntária, como hoje, e que confirmam seu serviço de graça. Segundo Liz Cassia que atualmente preside a entidade, serão substituídas 75 luminárias por novas e a Celesc está doando 130 lâmpadas, inclusive no portal de acesso e na parte exterior.

“É maravilhoso e gratificante participar da APAE pois a comunidade e pessoas de forma espontânea sempre nos surpreendem com ações assim, voluntárias, e tantas vezes sem muita publicidade, como foi o caso de um médico da cidade que compareceu nesta semana e fez uma doação de 600 reais para ajudar nas despesas, na forma como melhor fosse conveniente. O que dizer de gestos assim?” disse a presidente.

Ela explicou que antes de ser feito o serviço a Celesc compareceu no local e fez um levantamento constatando que havia diversas lâmpadas sem funcionar, além de estarem no final de vida útil. “Eles falaram que algumas salas, mesmo com as lâmpadas atuais funcionando, a iluminação era insuficiente, como no refeitório, e agora alem da economia teremos mais claridade, sem contar que o ambiente ficou mais gostoso de trabalhar”, finalizou, agradecendo os profissionais da empresa e também os membros da própria Apae que puderam participar no auxílio.

Para Bia Claudino, que vem à Taió, com frequência visitar a família, foi muito bom ter sido a Apae de Taió a escolhida para ser beneficiada com esta ação voluntária. “Foi realmente uma satisfação poder participar dessa ação de voluntariado em Taió, primeiro pelo ato em si que vem melhorar a qualidade de vida dos alunos que frequentam a APAE e também dos colaboradores que trabalham no local.

O fato de ser Taioense e ter família aqui reforça ainda mais essa satisfação de poder participar desse projeto onde nós empregados da Celesc doamos nossa mão de obra e a Celesc doa todo o material. Além desse projeto esse ano ainda estaremos melhorando a iluminação externa do Asilo de Rio do Sul visando dar mais segurança aos idosos e corpo funcional. Faremos também o natal solidário na creche Ricardo Marchi onde será proporcionado um dia de lazer com brinquedos presentes e guloseimas”completou.

TEXTO: Wanderlei Salvador