Publicado há 1 semana atrás | Atualizado em 14/11/17 às 04:11

Programa continua dando resultados positivos

Um dos programas mais antigos de Rio do Sul continua trazendo conhecimento, benefícios e valorização para profissionais e comunidade. É o Programa de Educação em Saúde (Proesasul), realizado em parceria entre as secretarias de Saúde e Educação, que desde 1991 propõe, através de orientações aos professores e aos estudantes da rede pública, hábitos e atitudes para uma de vida saudável.

Seminário encerrou os encontros do Proesasul em 2017, marcado por 15 projetos pedagógicos nas unidades de ensino

Na quinta-feira (9), um grupo de professoras da rede municipal que participou do ciclo de formações contínuas do ano, realizaram um seminário para socializar trabalhos aplicados com os alunos. Cerca de 70 profissionais da rede passaram por capacitação e realizaram projetos na área da educação em saúde.

O Proesasul vem sendo desenvolvido atualmente pelo departamento de Odontologia da Secretaria de Saúde. Os temas envolvidos na formação do Programa são diversos e nos 15 projetos desenvolvidos neste ano, estão formações que demonstraram as vivências e práticas de saúde, saúde bucal, nutrição e farmácia com o enfoque pedagógico na melhoria da saúde de crianças.

O trabalho tem orientação do grupo de pesquisa Prolisabr da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) que tem a parceria de pesquisadores da Europa (Portugal, Holanda e Alemanha), o qual as cirurgiãs dentistas Roselita Sebold e Darclé Cardoso fazem parte.

“As professoras demonstraram o conhecimento estudado nos encontros e transformaram em projetos práticos com crianças dos berçários aos jardins”, relata Darclé. Isso logo se torna hábito nos lares pois são informações que visam a melhoria de atitudes favoráveis à saúde. “Parabenizamos a todos os envolvidos das duas secretarias e agradecemos às professoras pelo empenho do trabalho pedagógico de cuidado e educação em saúde”, finaliza Darclé.

TEXTO: Clóvis Eduardo Cuco