Publicado há 5 dias atrás | Atualizado em 11/08/17 às 08:08

Colombo destaca restauração da Hercílio Luz

O  Governador Raimundo Colombo falou sobre infraestrutura com a inauguração da rodovia SC-355 em Jaborá, no Meio-Oeste do Estado e da entrega da ordem de serviço para a rodovia SC-467, na mesma região. Também foi abordada a última visita do governador e dos secretários de Estado nas obras de restauração da Ponte Hercílio Luz e da última reunião do colegiado pleno.

“Nós fizemos toda apresentação dos números dos seis primeiros sete meses. Mostramos o que aconteceu, como conseguimos fechar as contas, antecipamos o 13º salário, pagamos um empréstimo internacional que era muito alto e vencemos todas as etapas. Combinamos algumas estratégias de trabalho e vamos ter um novo encontro técnico para fazer o planejamento até 31 de dezembro. Eu acredito que o segundo semestre será melhor. Estou mais otimista, mas ainda muito difícil”, declarou Colombo.

Sobre a inauguração da rodovia SC-355, em Jaborá, Colombo disse que é uma obra importante para aquela região produtora e de grande tráfego, inclusive de caminhões. “É uma região muito produtiva e competitiva, que exporta para o mundo inteiro. Precisa de estradas boas como a que ficou de Jaborá a Concórdia”, finalizou.

Com a ordem de serviço para as obras de pavimentação da SC-467, Colombo explica que será uma alternativa à BR-282, duplicando a capacidade de trânsito na região e que agora será retomada com a nova licitação. “Tivemos que fazer todo um processo administrativo e jurídico para poder cancelar o contrato. Fizemos a licitação e demos a ordem de serviço para a empresa que, imediatamente, retoma a obra. Essa rodovia tem um papel fundamental na região”.

Sobre a Ponte Hercílio Luz, o governador enfatizou a importância dessa etapa da obra, pois haverá a transferência de carga para a troca das barras de olhal. “É uma obra muito complexa e de grande dificuldade de engenharia. Um dos maiores desafios de engenharia do mundo. Tem sido feita com muito cuidado e muito detalhe. Estamos chegando agora nos momentos mais críticos, mais decisivos e mais importantes”.