Publicado há 2 semanas atrás | Atualizado em 17/07/17 às 03:07

PP quer restabelecer domínio político no Alto Vale

Partido tem sete nomes e apoio de diretórios de quase 30 municípios para eleger deputado em 2018

A meta do Partido Progressista (PP) pode ser considerada ousada, mas o engajamento de novas lideranças, atrelado a vontade de voltar ao poder do Estado, tem mobilizado diretórios de todos os municípios do Alto Vale. A reorganização do partido visa as eleições de 2018, desde o ínicio do ano, estão sendo realizadas reuniões mensais com correligionários de toda região, prefeitos, vices, presidentes de partido e filiados.

O planejamento, seguido a risca, objetivou a eleição de um coordenador regional, que ficou a cargo de Denilson Padilha e mais quatro coordenadores microrregionais que auxiliaram nas composições dos diretórios municipais até 30 de julho. Com êxito o partido está organizado nos 28 municípios do Alto Vale e aptos a participar da convenção estadual que vai decidir o futuro dos progressistas.

Nos encontros, a coordenação regional vem estimulando correligionários para concorrer ao pleito do ano que vem. Atualmente, cinco já colocaram o nome à disposição para disputar o cargo de deputado estadual em 2018. Ernesto Bernardino, ex-prefeito de Rio do Campo e suplente de deputado, Antônio Oscar Laurindo, que foi por três vezes prefeito de Imbuia, Francisco Goetten de Lima, vereador e atualmente presidente da câmara de vereadores de Rio do Sul.

O ex-prefeito de Presidente Getúlio, Nilson Stainsack, também está cotado, mas ainda não decidiu. Na reunião deste sábado, 08/07, em Ibirama, mais dois nomes aceitaram colocar o nome a disposição  do partido. José Gilmar Nasatto, ex vereador de  Taió, e presidente do partido e Fernando Hoffman, ex prefeito de Trombudo Central.

O PP do Alto Vale também pretende lançar pelo menos um candidato à deputado federal. O vereador de Lontras, Glauco Roland Kühl está disposto a colaborar com o partido. Outros nomes podem surgir até a escolha dos candidatos, que vai passar pelo crivo dos diretórios até o final deste ano.

No cronograma traçado pela coordenação regional, dentro das reuniões mensais e microrregional, os candidatos se apresentam e também são debatidos assuntos internos e externos do partido. Durante o mês de novembro, a meta é que cada município, através dos diretórios e filiados escolherá pelo menos um candidato a deputado estadual e também se o Alto Vale terá candidato a deputado federal.

O movimento progressista no Alto Vale, tem chamado a atenção da cúpula estadual. Das cinco últimas reuniões, em quatro, o deputado federal Esperidião Amin, presidente estadual do PP, marcou presença.  Amin, e esposa Ângela e o filho, deputado estadual, João, também estiveram no encontro em Ibirama. Os progressistas do Alto Vale também defendem a candidatura de Esperidião ao governo catarinense. No  final dos anos 90, a região do Alto Vale do Itajaí era um reduto progressista, com 11 prefeitos eleitos e outras sete prefeituras ajudou a administrar. A próxima reunião será em agosto na cidade de Trombudo Central.